Raquel Rodrigues

Eu sou empreendedora, curiosa, criativa, escritora, palestrante, facilitadora e networker
por vocação.

O Tao Mindset – Parte 1

tao mindsetMinha busca pela leveza com esse tao mindset

Desde que completei 39 anos digo que estou com quase 40. E é verdade! No final de 2017 entrarei oficialmente na casa dos “entas”. Confesso que estou me divertindo muito nessa fase e adoro quando as pessoas olham para mim com surpresa, dizendo que não me dariam mais do que essa ou aquela idade.

Dia após dia percebo que importa verdadeiramente como nos sentimos por dentro. É uma questão de mindset, a atitude mental que estabelecemos para orientar nossa vida e dar sentido às nossas experiências.

Mas (e há sempre um mas), é de conhecimento geral que devemos cuidar da nossa saúde integral, da harmonia entre emoção e físico, corpo e mente, o tao. Fazemos isso? Nem sempre. Com a proximidade dos 40 senti um alerta.

No dia 31 de dezembro de 2016 decidi me autodesafiar a perder 5 kg em 1 mês de forma saudável e com o menor investimento possível.

O planejamento

Nesse dia eu acordei e fui correr. Precisava dar o primeiro passo… ou as primeiras passadas. E correr me ajuda a pensar.

Aos 26 anos fui diagnosticada com hipotireoidismo e parte do tratamento é manter uma boa alimentação e praticar atividade física regularmente. Anos de acompanhamento nutricional e academia me trouxeram certo aprendizado e resolvi aplicá-lo.

Então, montei meu próprio planejamento.

raquel rodrigues_autodesafio emagrecimento_02A alimentação

Na maior cara de pau, fui no Google e digitei “como eliminar 5 kg em 1 mês”. Se você fizer isso agora retornarão quase 5 milhões de resultados.

Lembro de ter olhado as primeiras 2 páginas e avaliado uns 10 links. Como sou vegetariana desde os 17 anos, tomo bastante cuidado com as dietas, com todas as possibilidades de substituição, porque é raro encontrar sugestões específicas. Ainda guardo os programas passados pelas nutricionistas e sei o quanto foram criativas.

De tudo que vi, escolhi uma Dieta Funcional que combate o inchaço e a retenção de líquidos, priorizando alimentos com propriedades antioxidantes. Convenci minha mãe a embarcar comigo nessa aventura e seguimos direitinho.

No início de cada semana montávamos o cardápio para mim e para ela, totalmente carnívora. Basicamente proteína e fibras em porções comedidas, adquiri o hábito de passar manteiga só com a ponta da faca, comer mais frutas e pegamos gosto especial pelos purês.

Os exercícios

Na maior cara de pau, de novo, fui no Google e digitei “exercício em casa”. Se você fizer isso agora talvez se surpreenda como eu com os mais de 14 milhões de resultados.

Sem perder tempo, acessei o site de mesmo nome que tem um canal incrível no YouTube.

Tão delicado quanto pensar no que comer é definir a lista de exercícios. O cuidado deve ser redobrado para executá-los em casa sozinha, então precisei de muita consciência corporal para chegar nos mais adequados.

Optei por fazer uma série de HIIT seguida por outra série de AeroHiit, 3 vezes por semana, totalizando 40 minutos de treino por dia. No canal do YouTube você confere minha playlist.

O resultado do tao mindset

Eliminei 6 kg em 1 mês.

O mindset garantiu a disciplina. O tao que não surtasse. Me permiti comer pizza, beirute, lanches, batata frita, doces, tudo que gosto. E compensar em outras refeições sem prejuízo para minha saúde.

Minha mãe e eu ficamos ainda mais próximas, cúmplices mesmo. E ela se motivou a participar de um grupo de ginástica funcional para a terceira idade e fazer novas amizades.

Escrevo sobre isso agora, 8 meses depois, porque o desafio maior é manter o ritmo e evitar o efeito sanfona. Pela primeira vez experimentei um resultado tão visível e duradouro.

Muitas vezes o que pesa é a mente, não o corpo

E pesa o fato de não acreditarmos que temos o suficiente, nos fixamos na crença que precisamos do cenário perfeito para começar algo.

De verdade prefiro mil vezes frequentar uma academia e valorizar o conhecimento dos profissionais que estudaram para nos auxiliar nesse processo. Assim como quero ser valorizada. No entanto, existem aqueles momentos que nos exigem criatividade e força de vontade. Sendo oportunidades de refletir sobre nossos próprios recursos.

Vejo pessoas querendo sempre mais e aplicando pouco. Se perdem em meio a tanta informação e vivem indecisas, atirando para todo lado sem foco ou procrastinando na esperança que tudo se ajeite.

O que não nos é próprio podemos buscar. O que sabemos podemos compartilhar. Essa é a beleza da colaboração. Por isso, sou muito grata a todos que disponibilizam seus conteúdos na internet como forma de contribuir para que mais e mais pessoas tenham condições de dar o primeiro passo ou melhorar.

Uma das maneiras de eu retribuir tudo de bom que recebo é contar aqui no blog. Essa é a primeira parte de três em que mostro que para realizar algo extraordinário basta querer.

De quais pesos você gostaria de se libertar hoje?
Responda nos comentários.